• NOTICIAS

      15/12/2018 | Empório Santa Therezinha - Dia do Chá

      Dia Internacional do Chá: Empório Santa Therezinha oferece mais de 60 tipos da iguaria

      O chá, segunda bebida mais consumida no mundo (depois da água), tem conquistado mais apreciadores a cada dia no Brasil. Seja pelas propriedades medicinais ou pelo sabor combinado com aromas inigualáveis, esta iguaria conquistou um dia para ser celebrado internacionalmente: 15 de dezembro.

      Bangladesh, Índia, Nepal, Vietnã, Indonésia, Quênia, Sri Lanka, Malavi, Uganda, Malásia e Tanzânia são os principais países produtores de chá do Planeta. O Brasil, embora não figure nesta lista seleta, conquista um mercado premium, justamente por produzir chás classificados como os melhores do mundo.

      Nas três unidades do Empório Santa Therezinha – Campinas (Shopping Parque D. Pedro), Piracicaba (Shopping Piracicaba) e Ribeirão Preto (Shopping Iguatemi) – os apreciadores da bebida têm contam com mais de 60 tipos de chá nacionais e importados.

      Um dos rótulos de destaque nas prateleiras do Empório Santa Therezinha é o chá do Ceilão. Considerado o melhor do mundo, é cultivado nas famosas plantações do sudeste e nordeste do Sri Lanka. Da mesma forma que o bom vinho, cujas características estão associadas diretamente ao terroir, o chá também depende do local onde é cultivado para ter personalidade. O chá do Ceilão é marcante pelo sabor ácido e doce ao mesmo tempo, com corpo e força indispensáveis ao paladar.

      O Empório Santa Therezinha conta com baristas para auxiliar o cliente no momento da escolha e para orientar sobre a preparação, os benefícios e as combinações dessa bebida nobre. Por ano, a procura por chás tem crescido 15%, em média, nas lojas da rede.

       

      Milhões de xícaras por minuto

      Quente, gelado ou misturado ao leite, o consumo de chá no mundo chega a 3 milhões de xícaras por minuto. Originário da China, há mais de cinco mil anos, as primeiras mudas de chá foram plantadas no Brasil no final do século 19, a pedido de d. João VI. Nos próximos anos, a expectativa é que o mercado de chás no País se amplie com a produção de alta qualidade e o crescimento cada vez mais substancial de consumo.
       

      Os chás são divididos em seis tipos:

      1)    Branco: Produzido a partir da oxidação natural de brotos e filhas que murcham e secam. É um tipo de chá menos elaborado e mais leve.

      2)    Verde: As folhas passam por um processo em que se desativa a enzima de polifenol do processo de oxidação.

      3)    Amarelo: Também feito de brotos e folhas, este tipo de chá não é oxidado. É mais intenso e encorpado que os brancos.

      4)    Oolong ou chá Azul: É um chá não fermentado. É parcialmente oxidado, feito com uma mistura de chás.

      5)    Preto: Feito a partir de uma oxidação completa.

      6)    Vermelho: Chá menos fermentado que o preto, com intervalo de oxidação de 80 a 90%.





  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •