• Guia do Arquiteto

      08/07/2016 | Campinas Decor 2016

      Campinas Decor segue as novas tendências de morar

      Maior mostra do interior paulista comprova que é possível ter uma casa aconchegante e completa em pequenos espaços

      Hoje em dia é cada vez mais comum encontrar no ramo imobiliário pequenos apartamentos, studioselofts, tendência do morar nas grandes metrópoles. Em linha com essa nova realidade, a Campinas Decor 2016 comprova em 5 de seus 52 ambientes que é possível viver bem, com conforto, luxo e aconchego, metragens reduzidas.

      Em sua 21ª primeira edição, a principal mostra de arquitetura, decoração e paisagismo do interior paulista segue até 24 de julho, no Palácio de Cristal, imponente prédio da década de 1970, todo envidraçado, localizado no Lago do Café, parque localizado no bairro Taquaral, em Campinas.

      Confira os ambientes projetados em pequenos espaços e que permitem ao morador organizar uma casa completa, com charme, design e modernidade

      Loft da Praia – Veteranas de Campinas Decor, presentes desde a primeira edição, as designers de interiores Nilza Alves e Rita Diniz conceberam este loft para o jovem casal passar feriados e finais de semana na praia e tiveram como premissa transferir para o espaço todo o conforto que se tem em uma residência. Como grande destaque do ambiente de 66 m2, as profissionais citam o forro, todo de madeira e bambu. Para o piso, optaram por pedra Limestone Natural que parece areia, prática em relação a limpeza e linda no visual. No banheiro, adotaram um porcelanato espanhol rústico com aparência de ondas do mar. E para dar um ar descontraído à cozinha, apostaram em tijolo rústico e cerâmica azul e branca. Como principal solução, elas apontam o fato de terem conseguido alojar cozinha, estar, quarto, lavanderia e banheiro em uma pequena área. O estilo do projeto, segundo elas, é descontraído e praiano, mas com bossa e elegância.  Na paleta de cores, branco, marinho e tijolo. Na lista de materiais, troncos e pedras naturais, bambu e madeira Freijó.

      Loft do Cervejeiro – Os arquitetos Roseana Monteiro e Elton Casarin e a designer de interiores VaniMazoni fugiram da proposta convencional para os lofts, que geralmente têm os espaços todos abertos, sem nenhuma interferência visual. Com essa premissa, criaram um bloco central (container) para dividir visualmente os ambientes, organizando a circulação e os espaços de cada atividade. A porta do banheiro foi colocada em posição estratégica para que ele possa ser usado tanto pelo morador quanto pelas visitas sem invadir a intimidade do dormitório. Segundo eles, a intenção foi atender um público mais abrangente, conquistando até mesmo aqueles que nunca pensaram em viver num loft por não abrirem mão da privacidade. Entre os diversos destaques, eles citam o balanço NoAr, produzido pela designer Carol Gay com pneus descartados de aviões, os ventiladores de chão com estudo de cores por Ruy Ohtake, de linguagem industrial, mas acabamento sofisticado, e a geladeira retrô preta e branca. O aço reina entre os materiais, empregado das mais diversas maneiras. Os móveis sob medida com acabamento em lâmina de metacrilato e laca metalizada viabilizaram a presença de um espaço gourmet e de uma mini cervejaria artesanal de forma organizada e sofisticada. Revestimentos em formatos geométricos permitiram diferentes paginações para as áreas molhadas, com praticidade e sofisticação. Preto, cobre, vermelho, prata e cinza compõem a paleta de cores do loft de 53,3 m2 e estilo industrial, com materiais provenientes de reuso.

      Refúgio no Campo – O arquiteto e designer de interiores Maycon Flamarion e o designer Thiago Soares conceberam o ambiente como o refúgio de um casal aos finais de semana, pensado para o descanso, o lazer e para receber os amigos. Cores neutras e texturas naturais induzem ao relaxamento e aconchego. O partido do projeto tirou proveito dos grandes panos de vidro da arquitetura, diluindo as barreiras visuais e integrando o espaço interno à natureza existente no local. Como destaques, apontam a área reservada para cozinha, onde a bancada vazada e o módulo aéreo totalmente transparente permitem a visualização do entorno. Também destacam a solução encontrada para a TV, que corre num trilho suspenso e permite versatilidade no uso do espaço. Entre as soluções, atenção para a distribuição do layout, na qual móveis foram desenhados deixando o espaço confortável para o convívio. Vale observar a cama de casal que, com dupla função, pode ser usada como um confortável e despojado sofá. Pensada de maneira a atender diversos momentos, a iluminação foi totalmente automatizada e efeitos luminotécnicos foram criados a partir do uso de diferentes luminárias decorativas. Neste ambiente contemporâneo com área total de 42 m2, predominam as cores neutras, como o bege, o marrom e o cinza e as texturas naturais da madeira e do concreto.

      Studio NY – A proposta do designer de interiores Beto Tozi, que participa pela nona vez da Campinas Decor, foi criar um "studio" moderno e aconchegante com muito uso de madeira em contraste com cores claras. Ele explica que os "studios" ou estúdios são apartamentos pequenos, de 25 a 35 m2, compostos por um dormitório e banheiro, que acomodam toda a área útil. Às vezes confundidos com lofts, se diferenciam normalmente pela delimitação do espaço do quarto. Providos de uma excelente estrutura nas áreas comuns, são uma tendência do morar em cidades como São Paulo e Nova Iorque, escolhida como inspiração. É com esse conceito, de aproveitamento máximo do espaço, que ele pensou o projeto para o ambiente de 34 m2. Entre os destaques, uma banheira de imersão, para relaxar em meio ao caos urbano. O ambiente vem com bastante MDF alto brilho nos armários e painéis, nas cores Castanho Velázquez e Cinza Itália, em contraste com uma parede rústica de tijolinhos à vista pintada de branco e o banheiro todo revestido com um porcelanato polido de 60 x 180 cm.

      Studio da Jovem Executiva – Os arquitetos, urbanistas e designers de interiores Maxwell Geraldi e Val Munhoz tiveram como grande desafio transformar a área de 34 m2 no estúdio da jovem executiva seguindo a tendência atual da arquitetura na qual moradia e trabalho caminham juntas. Para isso, pensaram em um ambiente visualmente agradável e aconchegante, pontuado com cores como preto, azul e laranja. Composto por living / home office, quarto, cozinha / lavanderia, banheiro e closet, o projeto beneficia o proprietário com a praticidade de não precisar se deslocar para trabalhar.  A dupla aponta como um dos destaques o mobiliário especialmente desenhado para compor o ambiente, em harmonia com os equipamentos e materiais de acabamento, decoração e iluminação. Vidro, madeira e iluminação com pontos indiretos, valorizando detalhes, complementam a decoração deste ambiente de estilo contemporâneo moderno.

      Sobre a edição 2016

      Aberta ao público no dia 13 de maio, a Campinas Decor 2016 reúne 52 ambientes internos e externos preparados por 73 dos mais renomados profissionais do segmento em Campinas e região. No total, são mais de 3 mil metros de passeio, que incluem serviços como restaurante, café e brinquedoteca, para tornar o programa ainda mais completo.

      A parte inferiorabriga a residência de uma família fictícia, com diversas salas, banheiros, suítes e home cinema, além dos ambientes funcionais para atendimento aos visitantes, como o restaurante. No segundo piso, café, lofts e estúdios variados. Destaque também para a ampla área externa, destinada aos projetos de paisagismo, com jardins e praças diversos.

      A realização da Campinas Decor no parque foi viabilizada devido a um termo de permissão de uso firmado entre a organização do evento e a Secretaria Municipal de Cultura. O termo tem como objetivo a cooperação entre o governo municipal e a iniciativa privada para a conservação do prédio.

      Organização e expositores recuperaram o imóvel assinado pelo arquiteto Roberto José Goulart Tibau, em 1971. Erguida na época para receber o Instituto Brasileiro do Café, a construção abrigava até o início deste ano o Arquivo Municipal de Campinas.

      O prédio projetado por Tibau possui forte influência do estilo do arquiteto franco-suíço Le Corbusier, pela predominância do concreto aparente, tirando partido da robustez e vigor que o emprego do material viabiliza. A obra em escala monumental se funda no jogo entre o vidro e as possibilidades escultóricas do concreto armado.

       

      Serviço

      Campinas Decor 2016

      Quando: até 24 de julho

      Onde: Palácio de Cristal, localizado no Lago do Café (Av. Dr. Heitor Penteado, 2.145, Parque Taquaral, Campinas, SP)

      Horários: de terça a sexta-feira, das 14h às 22h; sábados, domingos e feriados, das 12h30 às 22h (bilheteria fecha às 21h)

      Valor dos ingressos: R$ 35,00; estudantes e idosos pagam R$ 17,50 e crianças de até 12 anos não pagam

      Passaporte Campinas Decor: R$ 70,00, com visitas ilimitadas

      Serviços disponíveis: café, restaurante, recreação infantil e estacionamento com manobrista

      Telefone para informações: (19) 3255-7744



  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •